O grande vendedor da cosmética

O grande vendedor da cosmética
Em pouco mais de dez anos, Murilo difundiu a categoria de maquiagem em perfumarias e drogarias e emplacou a marca Vult em dezenas de milhares de pontos de venda Brasil afora       


Tente ligar para o empresário Murilo Reggiani, sócio-diretor da fabricante de maquiagens Vult. Provavelmente ele vai estar em algum cliente; ou indo para o aeroporto tomar um avião para visitar algum cliente; no carro, no trajeto entre um cliente e outro em algum ponto distante do mapa do Brasil. Não importa o dia e o horário, o empresário é um eterno homem de vendas, que gosta da proximidade com as pessoas.

Murilo é uma das figuras mais afáveis e simples da indústria de beleza. Mas não se deixe enganar. Por trás dessa simplicidade existe um homem com tino excepcional para os negócios, que fundou a Vult com sua sócia Daniele Cruz há pouco mais de 10 anos, e desde então, vem ascendendo com o negócio num ritmo alucinante.  E sempre que novos desafios se impõem, lá está ele pronto para encontrar uma solução, nem que seja do outro lado do mundo. Quando ficou claro que não conseguiria desenvolver uma nova linha com formulações e posicionamento Premium com as embalagens disponíveis aqui no Brasil ele não teve dúvida: pegou o avião e foi para a China, para a famosa Feria de Cantão, em busca de uma solução. E, dizendo não falar inglês (nem português direito, brincaria ele), saiu de lá com o problema resolvido. Hoje, Murilo é um habitué das fábricas de lá e, sem falar inglês, faz conferências com diversos fornecedores do mundo inteiro, que enxergam na Vult um parceiro com grande potencial de crescimento.

Colocando a categoria de pé
O avanço da categoria de maquiagem por aqui, nos varejos especializados e farmacêuticos, em anos recentes deve-se muito ao seu trabalho junto aos clientes. Quando a Vult iniciou os seus trabalhos, vender maquiagem (na acepção completa da categoria e não apenas batons e esmaltes) ainda não estava no radar da maior parte dos lojistas. Para outros tantos, esse era simplesmente considerado um negócio ruim.
Além da oferta de produtos de alto padrão, com uma marca forte e antenada com as tendências (por um preço bastante acessível), a presença constante de Murilo nos clientes e nos pontos de venda é essencial para o sucesso da Vult no aspecto comercial. Como um bom e velho “caixeiro viajante”, ele apresenta novas ideias e soluções e desenvolve projetos para alavancar conjuntamente os negócios e permite, dessa maneira, que a empresa obtenha um resultado de vendas que, para alguns executivos importantes do mercado, exceda o seu potencial – frente a sua estrutura atual.

A liderança que Murilo exerce no desenvolvimento do mercado de maquiagem no varejo antecede a própria Vult. Como diretor comercial de uma fabricante local de produtos de maquiagem, Murilo levou os móveis da marca para milhares de pequenas farmácias e perfumarias de todo o Brasil, que até então, tinham pouquíssimo acesso a matérias de merchandising com um padrão de qualidade mais elevado. Com isso, ele estabelece um novo jeito de trabalhar com a categoria de maquiagem no canal. Quando montou a Vult, Murilo elevou essa estratégia a um novo patamar, com um grau de seriedade e consistência impressionantes e uma ousadia atrevida para uma empresa que começou com quatro funcionários em uma pequena casa de Mogi das Cruzes.

Ainda hoje, o empresário segue sempre em busca de novas oportunidades para a empresa, abrindo novas frentes de distribuição para a empresa em canais ainda não explorados, como o varejo de moda, que inegavelmente oferece um casamento perfeito com o negócio de maquiagem.
Mas de nada adianta desbravar novos mercados sem uma infraestrutura que evolua na mesma proporção e garanta a capacidade de dar vazão ao mercado. Por isso, ao mesmo tempo em que os produtos e mercados da empresa foram evoluindo, a estrutura da empresa também acompanhou esse movimento. Apesar de rápido, o crescimento da Vult foi construído tijolo a tijolo, à base de muito trabalho duro. Como todo empresário que ama o negócio mais do que os lucros que ele gera, Murilo se envolve em cada aspecto do negócio e parece ter baterias sobressalentes para em meio a tantas visitas aos lojistas, acompanhar com Daniela, sua sócia e responsável por Marca, Marketing e Comunicação, a construção da nova fábrica, visitar fornecedores, fazer conferências enquanto está na estrada dirigindo de um cliente a outro, falar sobre fórmulas, equipamentos e tudo o mais o que for necessário ou inventado para fortalecer o negócio.

Na medida em que a Vult avança e suas estruturas de comando se sofisticam, com a chegada de novos e experiente profissionais, Murilo se depara com novos desafios. Mas, faz isso, sem deixar de ser sempre aquela figura “gente boa” de quem o mercado tanto gosta e admira.

Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo