Um jeito novo de preparar as unhas

Com luvas e sapatilhas que facilitam o trabalho das manicures, a Perfect Nails promete uma economia de água substancial nos salões de beleza 

 
Já difundida na indústrias o discurso e, principalmente, a prática de ações relacionadas a sustentabilidade ainda é algo novo no universo dos salões de beleza. Até porque, o campo de ação desse tipo de estabelecimento e os impactos que ele pode ter sobre o meio ambiente são, naturalmente, mais limitados. O que não quer dizer que os salões não possam contribuir para o bem estar do planeta. A Perfect Nails, fabricante de produtos para manicures, pedicures e esteticistas, criada em 2010 está apostando nisso.

A empresa desenvolveu uma linha de luvas e sapatilhas que facilitam o processo de amolecer a cutícula, um dos maiores “gastadores” de água de um salão de beleza. As duas contêm óleo de melaleuca, queratina e alantoína, dispensando o uso da água para amolecer as cutículas, além de promoverem a hidratação das mãos e dos pés. “Isso acontece porque, ao usar o produto ela reduz o consumo de água que é usado para amolecer as cutículas. Se ia precisar de 1,5 litros de água por cliente, acabaria gastando cerca de 400 litros de água no mês por manicure. Se o salão tiver dez profissionais, essa conta sobe absurdamente e, no fim do mês se torna algo bastante significativo para o salão”, pontua João Cândido, diretor da Perfect Nails. Com mais de 20 anos de experiência no segmento, o emresário percebeu a carência de tempo das profissionais e sua necessidade constante de adquirir produtos para os cuidados de suas clientes, que tivessem qualidade, tecnologia e tornassem a rotina das profissionais da beleza mais ágil e fácil.

Além de promover um consumo racional e sustentável, o uso das toalhas descartáveis da Pefect Nails garante ainda mais economia aos donos do salão e a segurança da cliente. João Cândido destaca que, para lavar uma toalha se gasta, em média, 5 litros de água, sem considerar o impacto do consumo de energia elétrica, do sabão que vai pro meio ambiente etc. “Se no salão houver cinco cabeleireiros e cada um realizar dez procedimentos por dia, no fim do mês serão 1500 toalhas só para os cabelos, totalizando mais de 7000 litros de água jogadas ralo abaixo”, calcula.

“Se colocar na ponta do lápis a quantidade de água que ela precisa para fazer as unhas e os cabelos dessa centena de clientes e o quanto vai ser reduzido com o uso das toalhas descartáveis, sapatilhas e botinhas emolientes, ela vai ver que vale o investimento”, destaca João Cândido.

Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo