Estudo Brandz, da Kantar, aponta cinco focos de ação para construção de marcas de beleza

Estudo Brandz, da Kantar, aponta cinco focos de ação para construção de marcas de beleza

Cinco pontos fundamentais para a construção de marcas na área de higiene pessoal e beleza

Além de apresentar o ranking com as 100 marcas mais valiosas do mundo, o estudo Brandz, realizado pela consultoria britânica Kantar, aponta pontos de ação para os quais as marcas de beleza e higiene pessoal devem prestar atenção para construir suas marcas no mercado global hoje.

O primeiro desses pontos diz respeito a atender às necessidades individuais de cada cliente, que podem ser tão diferentes como querer produtos que façam o efeito desejado com o mínimo esforço de outros dispostos a dedicar tempo para seguir um “passo a passo” de uma influenciadora. O importante é que os produtos da marca respeitem o meio ambiente e, claro, sejam efetivos na entrega dos resultados.

O segundo elemento, como não poderia dizer de ser, é sobre reconhecer as mudanças culturais, o que vai além do reconhecimento de comportamentos individuais, mas de olhar e endereçar as grandes mudanças culturais por trás desses comportamentos que podem influenciar uma categoria inteira. “Se as mulheres pintarem menos os cabelos, por exemplo, isso pode sinalizar uma mudança de atitude em relação ao envelhecimento ou à aparência natural. Considere como essas mudanças de atitude abrirão oportunidades para novos produtos e serviços”, diz o estudo da Kantar.

As prateleiras de varejo cheias de opções de produtos têm mais probabilidade de confundir do que de inspirar os consumidores, justamente no momento no qual eles tentam simplificar suas vidas e vêem as compras online como algo que é, cada vez mais, natural. Por isso, simplificar as escolhas dos consumidores é um poderoso elemento de ação para constriução de marcas no mercado de HPC.

Minimizar o impacto das embalagens sobre o meio ambiente é algo que também vem ganhando mais importância para os consumidores e as empresas de beleza precisam olhar para isso com cada vez mais atenção, afastando-se do uso de embalagens plásticas descartáveis. Com muitas opções disponíveis, a Kantar acredita que os consumidores rejeitarão marcas que não estão de acordo com seus valores. “Ser sustentável não é um ponto de diferença. É um ponto de partida”, afirma o estudo.

Por fim, as grandes marcas não podem ter medo de desafiar as novas marcas que as desafiam. Muitas dessas marcas novatas chamam a atenção dos consumidores, principalmente dos jovens, ao divulgarem a pureza de seus ingredientes e a sustentabilidade de suas embalagens. “Marcas estabelecidas investiram pesadamente para reformular e reembalar seus produtos e reformar suas cadeias de suprimentos. Essas mudanças permitem às marcas estabelecidas contar histórias que desafiam os desafiantes”, conclui o estudo da Kantar.

}

Comentários ()

Vídeo em Destaque

VEJA TODOS OS VÍDEOS

Blogs

Tags