Inovando para crescer

A Capicilin vive um momento particularmente bom de sua história. Mas ela quer mais. E as farmácias estão no radar das futuras conquistas que a empresa pretende realizar

 
Bons ventos soprando de Minas Gerais para o Brasil: em 2012, a Capicilin retomou seu ritmo de faturamento, cravando 12 pontos percentuais em sua escala anual de crescimento. Um fato memorável, sem dúvida. Ainda assim, o que a empresa de Vespasiano está comemorando mesmo é o fato de ter crescido em sellout na maioria dos clientes varejistas e distribuidores, aumentando assim sua contribuição nos negócios.

Esses resultados, que poderiam ser considerados excelentes – principalmente num ano em que a economia brasileira patinou e se esfalfou para chegar a 1% de crescimento no PIB – foram, “mineiristicamente” considerados apenas dentro das expectativas pela direção da companhia. Seja como for, foram conquistados de maneira muito diligente, com base no acerto da aplicação de estratégias das mais diversas naturezas.

Uma das que chamou nesse cenário, sem dúvida, foi a agressiva política de lançamentos adotada pela empresa no ano passado – na verdade, uma continuação do projeto de renovação da marca Capicilin e de seu portfólio de produtos, iniciado em 2011 –, que redundou na introdução de seis novas linhas em seu portfólio e, ainda, a reformulação completa de mais uma. O principal objetivo foi satisfazer e manter os consumidores atuais e conquistar novos, oferecendo produtos de tratamento de alta qualidade e performance, mais modernos, diferenciados e aptos a proporcionar tudo aquilo que prometem.

Em 2012, os grandes destaques foram os lançamentos da linha Pós-Progressiva S.O.S., Relaxante Natural Temporário e extensão das linhas de transformação, com a nova Defrisagem Gradativa e o Relaxamento à Guanidina, realizados todos de setembro de 2012. “Entre eles, o que ganhou maior projeção foi o da linha Pós-Progressiva, que vem apresentando média de vendas acima do esperado. E, no decorrer do ano de 2013, certamente ela poderá disputar liderança nas vendas com a nossa linha Argan Keratin, sucesso de 2011/12”, explica José Adriano, gerente de Marketing da Capicilin, enfatizando que, a cada ano, a companhia vem se renovando na luta pela liderança de vendas.

Na prática, esse esforço também vem se traduzindo na conquista de desempenhos satisfatórios por todos os seus outros lançamentos no mercado, entretanto, sempre monitorados de muito perto. Paralelamente, a Capicilin continua com grande força em pesquisa e desenvolvimento, sempre agregando valor aos novos produtos com a busca e combinação de ativos diferenciados para oferecer algo mais aos consumidores. Também há uma busca constante para implementar embalagens e processos produtivos que viabilizem agregar mais qualidade aos produtos e oferecer preços mais acessíveis aos consumidores.

Além dessas apostas, a Capicilin realizou um bom trabalho de comunicação ao longo de 2012, que também ajuda a explicar os bons números de fechamento do ano. Durante os 12 meses, ela foi presença constante na mídia, veiculando suas ações em revistas de circulação nacional e publicações especializadas direcionadas a lojistas e distribuidores. Também foram feitas veiculações regionais em mídia televisiva e mídia alternativa, como outdoors, para fortalecimento de algumas praças. Para isso houve a contratação de dois atores globais, Vanessa Giácomo e Carlos Casagrande, a fim de ilustrar as campanhas e fortalecer a marca. “Dessa forma, conseguimos estabelecer maior comunicação e visualização da marca, fortalecendo o desejo pelos produtos Capicilin”, pontua José Adriano.

Visão conjuntural otimista
Dona de uma capacidade empreendedora acima da média, a Capicilin está bastante otimista em relação ao mercado nacional. Segundo José Adriano, a empresa acredita que, em 2013, o País apresentará crescimento do PIB, com taxa mais elevada da que se materializou em 2012. Com melhorias na economia brasileira, a empresa poderá até dobrar seu índice de crescimento, que, como foi dito, bateu nos 12% no último ano. “Nossa meta é crescer 30% no faturamento de 2013, com o aumento de itens vendidos, receita e ganho de share. Para isso, a Capicilin continuará com grande investimento na marca, com veiculações nas mídias regionais e nacionais, e fortalecendo a parceria com clientes e fornecedores. Mas o foco maior será manter as regiões com altos desempenhos de vendas e, ao mesmo tempo, recuperar aquelas que têm potencial, mas ainda apresentam baixo desempenho. Contamos com a recuperação da economia europeia e com a estabilização dos países árabes para recuperarmos nossas exportações que tiveram queda nos últimos anos”, avalia a analista de Marketing da companhia.

Face ao aumento da exigência dos clientes e ao acirramento da competição no varejo, a Capicilin também mantém – e deverá manter mais ainda – seus olhos bem abertos no canal. O objetivo é simples: criar diferenciais e agregar valor ao negócio, a fim de se sair bem na competição. Na prática, os principais obstáculos que se erguem nessa trajetória são bem conhecidos e surgem, principalmente, em função dos altos investimentos das multinacionais no Brasil e, ainda, da entrada de novos players, atraídos pelas oportunidades do País e pela solidez e crescimento da nossa economia, num momento de crise econômica na Europa e nos Estados Unidos, além da crise política no Oriente Médio. E isso, naturalmente, exige mais investimentos, inovações e alta qualidade para satisfazer e fidelizar os consumidores, o que, apesar de gerar dificuldades, não deixa de ser estimulante.

De olho no canal farma
Sempre há brechas e oportunidades a serem aproveitadas. Hoje, por exemplo, a Capicilin ainda não explora o potencial máximo do varejo farma. Ciente disso, também trabalha com foco para recuperar e fortalecer sua participação nesse segmento em 2013. “A Capicilin possui hoje uma boa presença nos principais canais de cosméticos especializados no Brasil. Porém, nossa presença no canal farma já foi melhor. Objetivamos recuperar esse canal para fazê-lo somar em nosso plano de crescimento, uma vez que a Capicilin tem um histórico de boas vendas nele. E a prioridade geográfica será na região Sudeste”, adianta José Adriano.

E isso está longe de ser argumentação “marqueteira”. No canal farma, a Capicilin conta com produtos diferenciados, especialmente voltados para o tratamento, como as linhas Antiqueda, Anticaspa, Fortalecedor e Jaborandi, incluindo tônicos capilares que possibilitam boas vendas. Hoje, há uma dificuldade em ingressar nesse canal devido à forte presença das multinacionais. As pequenas e médias empresas perderam um pouco dessa força. Outro fator importante ressaltado pelo gerente de Marketing da Capicilin é a formação de grandes redes farma-varejistas, que exigem altos investimentos das pequenas e médias empresas, dificultando a positivação de produtos.

Seja como for, a estratégia adotada é agregar valor aos produtos, fazendo-os girar e serem procurados cada vez mais nas farmácias. “Não baixamos a guarda e estamos negociando com diversos clientes do canal farma em várias regiões do Brasil. E um dos diferenciais imbatíveis dos produtos Capicilin é que eles possibilitam boa rentabilidade também nesse canal”, garante José Adriano, com muita convicção.
 



Candidato a futuro  campeão de vendas

Recentemente lançada, a exclusiva linha de manutenção e prolongamento do efeito liso para cabelos com escova progressiva Pós-Progressiva S.O.S. já rivaliza as vendas da linha Argan Keratin, sucesso de 2011/12 da empresa. A fórmula dos novos lançamentos, também enriquecida com óleo de argan, tem propriedades antioxidantes que ajudam a renovar os fios, proteína do trigo – que forma filme hidratante sobre os cabelos, nutrindo-os e reestruturando-os – e extrato de tamarindo, que confere efeito liso à estrutura cuticular dos cabelos, uniformizando sua superfície e aumentando a durabilidade da escova progressiva. A linha é composta por Shampoo Zero Sal, Condicionador, Leave In para Pentear, Máscara de Hidratação Profunda e Kit Ampola Reconstrutora + Finalizadora. Os produtos possuem pH baixo, filtro solar, ação antioxidante e antifrizz. Preços: de R$ 9,99 (leave in) a R$ 11,99 (máscara de hidratação profunda. SAC: 0800 7026244. Site: www.capicilin.com.br


Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo