Nova coleção Make B.: na bossa de Copacabana

Desde que foi lançada, Make B. sempre teve um posicionamento muito claro, que a conecta diretamente ao mundo da moda. “Nós entendemos que maquiagem pra mulher é um acessório de beleza e de moda. Ela combina a maquiagem com a moda. E a marca assumiu isso”, conta a gerente de grupo de maquiagem de O Boticário, Patrícia Scholz (na foto abaixo). É por isso, explica a executiva, que desde o início, a empresa lança duas coleções ao ano, seguindo o calendário da moda. “Acho que a consumidora brasileira está aprendendo a entender essa dinâmica. E elas já sabem que vem novidade. Elas perguntam isso nas nossas lojas e esperam o momento de ver como virá a coleção.  A brasileira, de um modo geral, está mais ousada em relação ao uso da maquiagem. Ela está se permitindo mais, ela está usando mais produtos... Há alguns anos atrás o básico era a venda de lápis preto, máscara para cílios e batom; agora quando a gente vê dados de uso,  através de pesquisas, a brasileira está usando muito mais produtos, ela está se permitindo, e com isso o repertório dela com relação à categoria está mais requintado. E com isso ela começa a entender também que existe esse movimento de coleções e tendências que trazem novidades a cada estação”.

A cada nova coleção a marca procura traduzir as tendências de cores, comportamento e produto, trazendo inovação e novas texturas em aplicação pra nossa consumidora. “Eu acho que isso fez com que a marca, em apenas dois anos, se tornasse referência pra consumidora brasileira, para as editoras de beleza e incomodasse a concorrência. Make B. já foi citada, em um dos São Paulo Fashion Week, pelo Style Site, como uma marca lançadora de tendências no Brasil”, comemora Patrícia.

Rio 60´s
Para a nova coleção Primavera/Verão, apresentada junto com o perfume de Make B., o time da marca começou a pesquisar as tendências para a estação, e, além de estudar a cartela de cores, notou macro tendências que apontavam para o resgate dos anos sessenta, do romantismo. “A cartela de cores que a gente escolheu é uma cartela muito feminina, muito delicada. E a gente viu: anos sessenta, resgate de passado, esses tons pastéis, e aí você junta com o Brasil super em alta, o Rio de Janeiro em destaque, e pensamos: vamos homenagear o Rio. Já fazia algum tempo que queríamos falar do Rio de Janeiro, dessa Bossa do Rio… acho que mais do que Bossa Nova: esse charme que tem no Rio de Janeiro, essa alegria de viver”, revela a executiva. Desse casamento, nasceu a coleção Rio Sixties, com produtos que, tanto na cartucharia quanto na compactação das sombras e dos blushes, ajudam a contam essa história.

Produto estrela
Outra característica tradicional da linha Make B. é que em toda a coleção, existe um produto diferenciado. Nesta coleção, a aposta recai sob uma sombra em pó que combina as mais avançadas técnicas de formulação para dar um efeito de ultra fixação, que garante a durabilidade da aplicação mesmo em uma estação quente como o Verão, alta pigmentação – para realmente aparecer na pele, onde as cores se fundem e criam um look sombreado lindo nos olhos. Essa tecnologia, chamada de fusion colors, é uma exclusividade de O Boticário. A novidade poder ser usada com o pincel seco ou com o pincel umedecido, para um visual super radiante.

Outro item de destaque é um pó iluminador, com embalagem toda retrô. O aplicador é um pompom preto com lacinho azul, que remete as mulheres que antigamente passavam talco com pompom.

Patrícia explica que a paleta de Make B. Rio Sixties é mais feminina e doce. “Ela vai desde um tom mais nude, do rosa clarinho até um azul mar, um verde clarinho. São cores mais adocicadas, mais femininas, mais suaves. No verão passado, nós trouxemos a coleção Miami Sunset, que era uma explosão de cor. Agora é um verão mais delicado, com cores mais pastéis”.

O cheiro da estação
Se o Make B. Eau de Parfum (clique aqui para ler), foi criado para ser um produto atemporal, naturalmente ele não pode dançar conforme a moda de cada estação. Por isso, além do perfume de linha, O Boticário desenvolveu uma versão deo-colônia de Make B. Esta sim, concebida para estar em linha com as tendências da moda e da maquiagem. E o début desse conceito se dá justamente com a coleção Rio Sixties. Assinado pelo perfumista Adilson Rato, da Firmenich, a fragrância Make B. Rio Sixsties, é um floral amadeirado especiado. Diferentemente do EdP, ele será apresentado em frascos de 70 ml, ao preço de R$ 109,00.“É uma fragrância específica para esse período. Sempre é uma fragrância temporal, que vai durar dois, três meses, no máximo, nas lojas, e daí ela encerra. Na próxima coleção a gente traz uma outra”, explica Ricardo Gritsch, gerente de perfumaria feminina de O Boticário.

Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo